analytics

Apresentando: a base da minha vida ♥

segunda-feira, 5 de agosto de 2013
Base Le Teint Touche Éclat YSL

Fazer resenha de base é muito complicado, sou bem cautelosa em relação a esse produto porque eu acho que o desempenho dele acabam sofrendo muita influência do lugar, clima, como sua pele vai estar no dia, o que você vai fazer e etc. Por isso adiei tanto para escrever esse post, queria passar uma opinião clara, sincera e "verdadeira" de como ela é (para mim) e se é boa, vale a pena, prós, contras e etc.

Então, antes de mais nada, queria falar um pouco sobre minha pele: ela é beeeem oleosa (muito, muito mesmo), tem poros dilatados, tendência a cravos brancos (por iso esfolio a pele todo dia) e aparece espinhas esporadicamente.

Agora, sobre a base: ela é a versão base da famosa caneta iluminadora da marca, a Touch Éclat. A base possui FPS 19, ela é iluminadora e promete realçar os contornos do rosto e valorizar a beleza natural da pele. Além disso, ela é livre de parabenos, sulfatos e outros elementos prejudiciais à pele.

Bem boa, né? Mas fiquei com um pé atrás porque não falava nada quanto a duração ou segurar a oleosidade. Como gostei muito das promessas, achei que valia o risco de testar, daí quando viajei em janeiro para Washington comprei a cor BR30 por U$55 + taxas.


Sobre a duração e a capacidade de segurar a oleosidade, achei que o desempenho dela superou de loooonge a Diorskin Forever da Dior. Gente, DE LONGE! Isso me surpreendeu muito porque eu sempre li maravilhas dessa base da Dior.

A textura é beeem líquida, que eu amo, porque o acabamento fica mais refinado e dá para trabalhar a cobertura sem ficar com uma aparência de reboco (mesmo com três camadas). Então, não dá pra dizer que ela tem pouca ou baixa cobertura, depende da quantidade que você usa, ela é super versátil e juro que o desempenho dela é ótimo tanto com uma camada quanto com três ou quatro.

A pele também fica linda demais! Não tem como explicar, ela deixa um brilho na pele de saude e parece ir se adequando ao tom da pele. Para vocês terem uma ideia de como ela é esse borogodó todo, minha tia-avó que tem conhecimento zero de maquiagem e não tem como se importar menos com o assunto me disse que eu estava "iluminada" quando me viu usando a base pela primeira vez. É pro mundo parar e girar ao contrário depois dessa, hahaha.


Só acho que a cor que eu comprei está um pouco escura pra mim e talvez eu comprasse uma neutra ou amarelada, em vez de rosada. Mas quase não dá pra perceber essas sutilezas porque ela se adapta muito bem na pele.

Aqui no Brasil, a Sephora está vendendo por R$254,00 (ouch!). E o mais 'interessante' é que a cor BR60 está esgotada... Eu sinceramente não sei se compraria a base aqui, tenho medo de falar "de jeito nenhum" e depois morder a língua (haha), mas achei o preço beeem salgado, mesmo a base sendo o suprassumo das bases - na minha opinião.




Já achou a base da sua vida?
Conta pra mim nos comentários!