analytics

Tipos de Buquê!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Oi gente! O post de hoje é especial para as noivinhas e também as que sonham em ser, um dia! Já falamos sobre vários assuntos relacionados a casamento e hoje chegou a vez de falarmos sobre o buquê de noiva! Existem vários tipos e formatos, alguns bem tradicionais, outros mais modernos, alguns bem semelhantes uns aos outros, outros mais exóticos. Não importa o modelo, todos tem sua beleza e são disputadíssimos pelas solteiras. Abaixo, vocês conhecem um pouquinho mais sobre eles!

Cascata: Também chamado de "cacho de uva", este é o modelo mais formal e tradicional de buquê. Eles possuem um formato triangular: começam arredondados no topo e vão afinando, criando uma ponta. Quase todas as flores podem ser usadas nesse tipo de buquê. Por chamarem bastante atenção, são indicados para vestidos mais simples e noivas mais altas. Este foi o modelo escolhido pela Princesa Diana em seu casamento.

Braçada: Em inglês é chamado de pageant, em português, buquê braçada, pois trata-se de um ramo de flores apoiado sobre os braços da noiva. Também indicado para vestidos mais simples e noivas mais altas, devido ao comprimento das flores. Neste tipo de buquê é comum usar tulipas, copos de leite e lírios. É uma ótima opção para casamentos mais modernos.










Redondo: É também um modelo tradicional e um dos mais populares atualmente, pois combinam com todos os tipos de vestidos e de casamentos. Para dar o formato arredondado, coloca-se mais flores e menos partes verdes (folhas e caule). Além disso, o tipo de flor escolhida vai influenciar na formalidade do buquê. Algumas noivas tem optados por utilizar esse modelo com pedrarias, dando um ar moderno e bem diferente ao buquê.

Ramo de Flores: Em inglês, conhecido como Nosegay, o modelo trata-se de uma variação do buquê redondo. Porém, este tipo de buquê possui um estilo mais livre e é formado por um conjunto mais compacto de flores, cujos caules são cortados em tamanho uniforme e bem amarrados por fitas de cetim ou organza. Aqui as partes verdes (caule e folhas) ganham destaque. É um modelo bem leve e mais simples, por isso, indicado para casamentos de dia e/ou ao ar livre.

Pomander: Um modelo não tão usado no Brasil e, por isso mesmo, de difícil tradução. Pomander são espécies de "sachês" daqueles que penduramos nos armários para perfumá-los. O buquês pomander costumam ser usados pelas daminhas de honra e para enfeitar a cerimônia, mas nada impede que uma noiva mais ousada invista no modelo.

Ramalhete: Os ramalhetes (em inglês, posy) são bem parecidos com os ramos de flores (nosegay), mas costumam ser menores - podendo facilmente serem carregados em uma só mão - e sem tantas parte verdes. A escolha das flores indicará a formalidade do buquê, mas em geral, são escolhidos para cerimônias mais simples e intimistas. 










Composite: São modelos arredondados, porém, compostos por uma única flor ou por pétalas dispostas a aparentar serem uma única flor. Podem ser usadas tanto em casamentos diurnos como noturnos, dependendo da escolha da flor. Apesar de não ser um modelo muito utilizado, dão um ar bem diferente ao visual.










Os modelos são tão bonitos e as possibilidades são tão grandes que fica até difícil escolher, né?! Mas acho que minha tendência é escolher entre os redondos e os ramos de flores!


E vocês, com qual se casaram ou querem se casar?